quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Com os Mesmos Olhos

Estar no controle mesmo perdendo a cabeça.
Limpar os pedaços de vida deixados no chão.
Abraçar a indolência e os outros lindos capitais.
Se alimentar como um abutre faria em uma carcaça na estrada.
Reservar o direito de estar triste ou explodir em ira, mas não todos os dias.
Não querer o pouco e almejar o sol e a lua.
Jamais ter medo das vozes incessantes na cabeça.
Retirar o mal com o pouco bem que faz.
Desejar como se fosse a primeira e a ultima vez.
Fazer da miséria uma riqueza sem limites.
Sorrir com o corpo inteiro.
Não mentir ou acobertar. Se queime com a verdade, é lindo.
Nunca esquecer de dizer o quanto você é importante a si mesmo.
Dar valor ao que merece ser dado, mesmo que isso seja uma via de mão única.


Agradecer o que fazem por você...



Deixar o amor reinar.


1 Confessaram:

Simone Lima disse...

Ser honesto com seus desejos, sentimentos, medos, consigo mesmo. Das coisas que merecem/precisam ser distribuidas pra infinitas pessoas lerem,sentirem,
refletirem.

Bjoo'o

Postar um comentário