terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

00:00

Enquanto os gatos brincam na escuridão, eu desperdiço mais um minuto ou dois no escuro.
Eles não se importam comigo.
As luzes da cidade não chegam nem perto daqui... O lugar é bom pro momento.
Ser uma ilha é tão fácil quanto não ser.
Eu esperava que um um raio me atingisse, mas isso seria pedir demais.
Agora, só agora vejo que dói tanto quanto imaginei - mais.
Tento fazer que fique puro o ar que respiro.
Deixo ser pego ou acusado sem defesa - Réu confesso.
Um dia alguém me falou algo. Um dia eu fiquei em êxtase com as palavras ditas.
Lar sem lua.
Sol sem sombras.
Dias sem sentido.
Cada minuto virou uma eternidade no tempo contínuo.
Olhando pra cima, eu vejo o final do céu.
Ele é limitado, mas talvez não seja.
Nenhuma estrela brilha por mim.

0 Confessaram:

Postar um comentário