terça-feira, 27 de novembro de 2012

Cupido

Deixe guardado, o gosto que não te esqueces.
É tempo de tudo, amor.
Não vá embora, fique com suas mãos dadas as minhas.
Faz o doce sabor da alma transbordar.
Me pede um beijo, um carinho.
Sorria de verdade pra mim. Me toca sem pudores.
Olhos fixos na vida, que passa tão rápido...
Use novamente a magia que tens, um elo perdido que encontramos.
Deixe que adivinhem, sem ao menos ter certeza.
Nada pode desfazer nossos laços.
A certeza de que o amanhã virá, não pode se tornar falha.
Uma faísca de uma estrela, pode acabar com um mundo de dor.
Se existem metades e almas gêmeas, você sempre foi a minha.

0 Confessaram:

Postar um comentário