terça-feira, 16 de outubro de 2012

Apologize

Vai faltar luz nesse quarto escuro.
Deixe que falte, inclusive o ar.
Não importa mesmo.
O único consolo que tenho, você sabe bem qual é.
Erros repetidos, futuros destruídos.
Calmaria com sede de sangue.
Nunca há intenções negativas.
Não adianta dizer bem alto o que não acredita de verdade.
Deixe que entre o vento. Deixe que ele destrua nossas convicções.
Deixe que o fogo nos queime e nos leve junto às cinzas.
Deixe a água nos lavar e criar novos horizontes.
Jogue a terra por cima dos nossos antigos "egos".
O que acontece comigo, acontece com você.
Te amo e me desculpe por ser o furacão quando você precisa de calmaria.


1 Confessaram:

Tayná Gonçalves disse...

"Te amo e me desculpe por ser o furacão quando você precisa de calmaria." Perfeito.

Postar um comentário