sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Sustenido

Olhem como ele é lindo! Ressentido e culminado.
A sensação mais real que existe, sem poder conter ou mentir.
Ele te corroi, mas você o quer. Sangue derramado.
Veja ele agora mesmo, olhe para as tuas mãos.
Não achará nada aqui. Não tem salvação.
Castigue-o anjo negro.
Mais que nunca, o cheiro o contamina.
Selado com o que não se cita.
Num sonho anestésico, lendo o seu livro favorito.
Amigos que não sabem nem meu nome estão dançando comigo.
Foi fácil entrar, agora te mata, não é?

1 Confessaram:

serra de alencar, gabriela disse...

Amigos que não sabem nem meu nome estão dançando comigo... Estranhos que estão sempre por perto.

Postar um comentário