sexta-feira, 23 de março de 2012

Colocando Raízes

Cicatriz que define o amor.
A ponte que toca enquanto nada faz sentido.
Coloca as suas raízes onde se possa confiar, onde se possa sentir.
Não é por que não viu antes, quem não sabia da verdade?
Muda todas as estações, faz um paradoxo místico.
Só precisa de uma proteção – à que já tem.
Nasce a cada dia, como uma gota de orvalho.
Sua vida começa pelo princípio de tudo.
Só se espairecerá, quando já não existir mais alma.
As lembranças e motivos ficam por nossa conta.
Raros sabem.
A dor, que agora marca, vai passar.
Mas eu vou querer me lembrar dela.

1 Confessaram:

TaTa disse...

Incrível.
O meio e o fim.
Um eterno recomeço, enquanto pulsar, enquanto respirar e a vida escorrer por entre nossos corpos.
Te amo. ( Como a durabilidade da referida, para sempre. )

Postar um comentário