sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Verdade


- Olá!
- Olá! Achei que não viria mais...
- Eu sempre venho.
- Sim, mas às vezes não está aqui.
- Ora, isso não é verdade.
- Será?
- Tá bom, às vezes eu sou um pouco da lua...
- E no que pensas?
- Em nós dois.
- Como assim?
- Em como não resisto a você.
- E no que mais?
- É como se eu não tivesse forças perto de você.
- Algo como se render ao destino?
- Sim, desse jeito. Sente-se igual?
- Do mesmo jeito. Me assusta as vezes.
- Creio que sentimos a mesma coisa.
- Isso é bom?
- Não, desculpe.
- Você não gosta disso? Dessa sensação?
- Não, não gosto. Eu Amo!
- Que bom, por que eu me sinto, desprendendo do corpo.
- É isso que fazemos, não é?
- Somos um do outro!

2 Confessaram:

| TaTa | disse...

Então você vai ficar narrando?

Velha da Lua disse...

Diálogos... Difíceis.

Postar um comentário